Cruzeiro medieval com o emblema da Ordem de Avis.O presente texto procura apresentar o tema do culto de São Manços em Portugal, centrado na vila homónima do distrito e concelho de Évora. As suas lendas e tradições parecem indicar um templo magnífico que se consubstancia nos vestígios arqueológicos encontrados na referida vila de São Manços, onde o hagiotopónimo tem origem num local de culto, santuário de veneração ao santo.


Com esse objectivo exploramos o tema das lendas e tradições de São Manços e a sua relação com a realidade arqueológica presente na zona e vila de São Manços.


A datação do Mausoléu, semelhante à do Templo Romano de Évora, coloca em relevo a importância do local e do personagem a quem foi erguido na época romana. A destruição da parede Oeste no século VII, indica-nos, provavelmente, a edificação do templo ao santo, num contexto do moçarabismo paleocristão.