Canudo de forma cilíndrica, rodado, com decoração de influência oriental, pintado sobre fundo branco a azul com os contornos a manganês. Interior e exterior vidrados com excepção da base plana. Pequena aba para fora que, no colo, apresenta uma linha azul e filetes a manganês com linha azul no meio, que circunscrevem uma faixa que contém pequenos óvulos dispostos verticalmente. Base similar excepto a decoração da faixa que é preenchida por grupos de linhas verticais que alternam com linha horizontal. A restante superfície está decorada com duas figuras orientais segurando umbelas, separadas por vegetação exótica.

Na Colecção do Museu de Évora existem mais dois canudos de botica com característica semelhantes, com os n.ºs ME 1178 e ME 1179.