O seu navegador necessita de suporte Javascript para esta funcionalidade.
22 de Novembro de 2017
Utilize as teclas de atalho Alt+1 para navegar para a área de conteúdos do sítio web.
  • Arquivo de Exposições

Arquivo de Exposições

  • Detalhe da obra Natureza Morta com doces de Josefa d'Óbidos.Coordenadores
    José de Monterroso Teixeira e Joaquim Oliveira Caetano

     

    A exposição A Natureza Morta nas Colecções Alentejanas inscreve-se na programação do Museu de Évora com uma dupla finalidade: estudar e divulgar áreas temáticas da sua colecção e articulá-la com os empenhados dinamismos culturais da cidade e da região.

  • Gonçalo Ribeiro Telles em conversa com o arquitecto paisagista Caldeira Cabral.Coordenadores
    Joaquim Oliveira Caetano e Aurora Carapinha


    A Utopia e os Pés na Terra é o título da exposição que agora se apresenta sobre a vida e obra de Gonçalo Ribeiro Telles, figura ímpar no panorama nacional. Esta dimensão referencial, no universo das figuras públicas nacionais, enraíza na sua dimensão humanista e projecta-se sobre as diferentes actividades que tem vindo a desenvolver ao longo da sua vida quer como político, quer como profissional, quer como professor e como português. Em todas elas a causa pública é sempre o seu principal objectivo. Ela é sem dúvida o leit-motiv que orienta a acção de Ribeiro Telles.
  • Detalhe da obra "A Virgem com o Menino" de Álvaro Pires de Évora.Coordenador

    Joaquim Oliveira Caetano

     

    A história conhecida da pintura de Álvaro Pires que recentemente passou a fazer parte das colecções do Museu de Évora não remonta há mais de 20 anos, altura em que a pintura se encontrava na posse do comerciante de arte florentino Mário Bellini, que a conservava ainda em 1986. Em 2001, a obra foi mostrada numa grande exposição levada a cabo pelo Museu Thyssen-Bornemisza, intitulada El Renacimiento Mediterráneo. Viajes de Artistas e Itinerarios de Obras entre Italia, Francia y España en el siglo XV, comissariada por Mauro Natale. O texto de Andrea de Marchi que se publica no catálogo da exposição de Évora foi originalmente realizado para aquela exposição.

  • Retrato do pintor António Charrua no seu ateliê ém Évora.Coordenadores
    Joaquim Caetano, Rui Arimatéia e António Charrua

     

    A exposição que o Museu de Évora apresenta dedicada ao pintor António Charrua surgiu na sequência do planeamento das actividades do Museu a médio prazo, feito ainda na vigência do seu anterior director, Dr. José Monterroso Teixeira, em que se decidiu dar um especial relevo na programação dos próximos anos a figuras e factos relevantes no panorama artístico português, cujo trabalho ou a biografia se relacione com Évora ou com o Alentejo.